Dicas básicas de cultivo

postado em: Cactos, suculentas | 2

Preparei algumas dicas básicas de cultivo em geral para cactos e suculentas. As dicas foram divididas em categorias, que estão relacionadas logo abaixo, tais como insolação, substrato ou rega. Espero assim ajudar com essa arte que é cultivar estas plantinhas maravilhosas.

SubstratoDicas básicas de cultivo 1

Substrato é o nome dado à terra do vaso onde está vivendo a planta, no nosso caso, os cactos e suculentas.

O substrato neste caso deve ter boa drenagem para que não acumule água e consequentemente apodreça as raízes causando a morte da planta. É possível que o substrato tenha matéria orgânica pois os cactos e suculentas apreciam. Uma boa receita é misturar uma parte de terra vegetal ou húmus de minhoca com uma parte de areia grossa lavada, destas que se encontra em madeireiras.

LuminosidadeDicas básicas de cultivo 2

A grande maioria das plantas destes grupos apreciam grande luminosidade porém algumas não gostam muito de sol direto. Alguns gêneros como Haworthias e gasterias preferem sol indireto ou meia-sombra que realçam seu tom de verde e o sol direto muitas vezes às deixam queimadas e com coloração amarelada.

Apesar de muitas plantas se darem bem ao sol pleno, cabe lembrar que o sol escaldante do verão, principalmente nas horas próximas ao meio-dia são bastante prejudiciais a qualquer planta.

RegasRegador Artes e Verdes

As regas são as maiores dúvidas em relação aos cactos e suculentas. Primeiro basta lembrar que se tratam de plantas e não de pedras, ou seja, precisam sim de água. Claro que cactos em grande parte precisam de pouca água para sobreviver necessitando de poucas regas.

A regra básica é molhar apenas quando a terra estiver seca. Mas principalmente deve-se é observar o comportamento da planta quanto a sua necessidade de água. No inverno a rega pode ser de até 15 dias para suculentas e 20 dias para cactos. No verão uma ou duas vezes por semana é o suficiente se o clima não estiver cozinhando.

PotesVasos Artes e Verdes

Os cactos e suculentas admitem os mais variados potes e vasos. No cultivo profissional é mais utilizado os vasos de plástico pela sua praticidade e pelo fato do plástico não absorver a água do substrato (terra). Desta forma para o cultivador profissional a economia de água nas regas é maior. No caso do cultivo nas residências pode-se continuar utilizando os vasos em plástico que já vem as plantas ou modificá-los pelos mais diversos tipos encontrados no mercado.

Os vasos de cerâmica, principalmente para os cactos, são muito interessantes pois possuem a capacidade de respiração maior do substrato, absorvendo a água em excesso dentro do pote.

Muito utilizado atualmente são recipientes adaptados como vidros e canecas, que se dão muito bem com estas plantas pois as regas podem ser poucas e espaçadas.

Estas são dicas simples e genéricas que se adaptam bem a quase todas as plantas suculentas e cactos. Porém, como sempre, existem exceções à regra que serão colocadas e aprendidas conforme falarmos das espécies em separado. Espero que tenham gostado e quando quiserem deixem seus comentários abaixo!

Aproveite e dê uma olhada nos cactos e suculentas que cultivamos!

2 Responses

  1. Letícia

    Amei a dica muito obrigado agora irei dar uma aparência melhor as minhas bebê.
    Gostaria de saber como faço para descobrir o nome da suculenta e os cactos que eu tenho.

    • Marcelo fraga

      Olá Letícia, existe uma diversidade de gêneros e espécies que confundem bastante na identificação por sua aparência muito semelhante. Eu busco em um site especificamente: http://www.llifle.com/Encyclopedia/CACTI/ A página está em inglês mas os nomes são em latin (nomes científicos) e fica mais fácil identificar.Quando não encontro lá vou para a internet em geral e tento primeiro pelo gênero da planta. No facebook existe a página do cactário Horst que vende muitas espécies que temos aqui no Brasil e pode ajudar também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *